What a GAME MY FRIENDS!

Seattle Seahawks New England Patriots protagonizaram um dos melhores jogos da temporada regular. O jogo foi literalmente decidido nos últimos 5 segundos de jogo, com a vitória dos Seahawks em pleno Gillette Stadium.

Quarterback:

What a game Russell Wilson!

wilson
Foto: @NFL

Que jogo fantástico do nosso quarterback, foram 37 tentativas de passe para 25 recepções, 348 jardas e 3 TDs. Russell Wilson está perto de sua forma plena e já mostra o motivo do ProFootballFocus o nomear o MVP da metade da temporada. Mesmo tendo uma linha ofensiva que carece de talento, Wilson faz o possível e o impossível para fazer com que o ataque de Seattle funcione. Cable, Bevell? Não amigos o maior responsável por fazer esse ataque crescer é Russell Wilson.

O único adendo hoje fica por conta de alguns passes precipitados. Apesar de claramente existir uma pressão lateral,para mantê-lo no pocket, Wilson após quase ser interceptado por Hightower, ficou “com medo” de lançar baixo e ser desviado. Em duas oportunidades poderia ter gerado pontos.

Runningbacks:

C.J Prosise fez a sua estreia como starter e não deixou dúvidas do quanto pode agregar a este ataque. Foram 17 corridas para 66 jardas (uma média de 3,88 por corrida) e 7 recepções (7/7) para 87 jardas. Fiquei na dúvida se o colocaria como Widereceiver ou Runningback (kkkkk). Brincadeiras a parte, os números falam por si só. Prosise foi muito mais consistente do que Christine Michaels, que teve 5 tentativas para 22 jarda e 1 recepção para 4 jardas. Apesar de a média do Michaels ser maior (4,4), em inúmeras oportunidades ele caiu sem ser tocado ou nem brigou por mais jardas, mas vem de uma lesão e por isso foi menos acionado e esperamos que continue como segunda opção onde é mais eficaz.

Collins pouco entrou e pouco agregou ao time. Me pergunto se não seria interessante testar o Pope pelo menos uma vez.

Widereceivers/TightEnds:

baldwin
@SNFonNBC

O destaque do nosso grupo de recebedores fica por conta de Doug Baldwin, novamente. Baldwin teve 6 recepções para 59 jardas (9,83 JPR) e 3 touchdowns. É quase um clichê elogia-lo, mas mostra claramente a cada jogo que tem uma sincronia perfeita com Russell Wilson.

Tyler Lockett é outro ótimo jogador no nosso corpo de recebedores. Fez recepções importantes e é muito efetivo nos retornos. Acredito que quando estiver 100% (acredito que esteja uns 85%) será muito mais perigoso. Teve 3 recepções para 72 jardas (24 JPR),e no fim foi um grande jogo para Tyler Lockett.

Paul Richardson mostra que pode e deve ser nosso 3rd WR. Teve 2 recepções para 52 jardas (26 JPR) e deveria ser melhor utilizado. No drop na endzone, não teve culpa, a bola estava muito aberta e não pode evitar apesar de ter se esticado.

Kearse teve um jogo cheio de drops, com 2 recepções para 26 (13 JPR). Nunca o achei um grande jogador, mas caiu nas graças da galera pelos lances contra o Green Bay Packers e contra o Patriots no SB49. Eu porém, mantenho minha posição e acho que deveria ser a 4ª opção nesse roster atual e se necessário para melhorar posições carentes, até mesmo cortá-lo ano que vem (falarei sobre isso no fim da temporada). No fim, seus drops só ajudaram a derrubar o rating do Russell Wilson e a encurtar nossa vantagem.

Jimmy Graham teve um bom jogo, mas é a mesma ladainha de sempre, precisa ser melhor utilizado na redzone. Foram apenas 3 touchdowns em 6-7 aparições na redzone. O quesito precisa ser melhor trabalhado e Graham precisa estar profundamente envolvido nessa melhora. Graham teve 4 recepções para 48 jardas (12 JPR). Único apontamento que faço é quanto aos bloqueios, todos sabemos que ele não é bom nisso, mas em uma oportunidade sua falta de bloqueio (culpa do Gilliam também) cedeu um sack para os Patriots.

Vannett teve bons bloqueios e só.

Linha ofensiva:

Apesar dos 3 sacks, foi um jogo bem regular de nossa linha ofensiva. Durante os primeiros 2 quartos teve um ótimo pass protection e um ótimo run block. Britt e Glowinski fizeram grandes bloqueios para corridas de Prosise por fora da linha. Os dois são provavelmente os melhores dessa OL e por serem jovens tem a oportunidade de se manter no roster por muito tempo (precisamos renovar com Britt no fim da temporada). Ifedi fez um jogo calado, sem muitos pontos positivos nem negativos, mas foi consistente e conseguiu fazer bons bloqueios, mesmo quando precisou bloquear no segundo level.

Fant foi normal, mas aparentemente melhor que Sowell. Tenho minhas duvidas quanto a isso por conta dos adversários, já que o Patriots perderam seu melhor pass rusher. Gilliam cometeu alguns erros que geraram 1 ou 2 sacks e por incrível que pareça é, hoje, o pior jogador dessa linha.

Apesar de tudo estão de parabéns por nos manterem no jogo.

Linha Defensiva:

Apesar de sentir falta de Michael Bennett, mas uma vez  não decepcionou e como um todo a Defesa garantiu a vitória para o Seahawks nos instantes finais.

Com uma ótima partida, Frank Clark chega a marca de 7,5 sacks em 9 jogos, e de forma espetacular, sackou Tom Brady utilizando apenas uma das mãos, impedindo o avanço adversário e impedindo um touchdown que complicaria nossa vida.

Avrill e Jarran Reed foram muito bem. Avrill conseguiu botar pressão pelo lado externo da linha e Reed pelo interior. São dois jogadores fantásticos e apesar de Avrill não conseguir anotar nenhum sack, que seria seu 10º na temporada, foi muito importante em vários momentos.Reed anotou 0,5 sack em uma jogada muito importante para nós. Damontre Moore  chegou a 2 semanas e fez uma partida impressionante, anotando 0,5 sack (Sack juntamente com Reed). Pode ser uma peça importante.

Toda a DL está de parabéns, são fantásticos e é preciso continuar no ritmo para chegar ao Superbowl. Com a volta de Bennett deve melhorar ainda mais.

Único adendo são os 3rd downs, precisa pressionar mais nesses momentos.

Linebackers:

KJ Wright e Bob Wagner são dois dos melhores LBs da liga. Nesse jogo KJ teve 8 tackles e fez coberturas fantásticas. Bob Wagner é o melhor ou um dos 3 melhores MLBs da liga, é extremamente competente em todos os quesitos.

Precisamos de um SLB. Com Mike Morgan machucado e Coyle mostrando claramente que não é o jogador ideal para a posição, o mesmo serve para Cassius Marsh. precisamos pensar em colocar Strongside Linebacker na nossa grade de prioridades para o draft. Em lances de 3rd downs e em jogadas decisivas é imprescindível pressionar o pocket por todos os lados e muito dessas conversões de 3rd downs é por causa disso. Contra o Bills foram 11/14 conversões e hoje foi algo em torno de 7/9. É um número bastante elevado e deve ser prioridade nos treinamentos da semana.

Secundária:

Apesar dos pontos já anteriormente destacados na questão dos 3rd downs, a secundária foi muito bem, principalmente os safeties. Earl Thomas e Chancellor são a melhor dupla de Safeties da NFL, tiveram um grande jogo, forçando fumble, com tackles precisos, boas coberturas. O mesmo vale para Sherman que não foi alvo de Brady, mas teve bons tackles e coberturas.

Como venho destacando, o nosso problema hoje é o CB oposto a Sherman, spot ocupado por Lane. O jogador tem vários erros durante os jogos e apesar de hoje terem sido amenos, aconteceram. DeShawn Shead teve uma grande intercepção em uma lambança de Brady e para jogadas em Slot pode ser sim uma boa peça, mas ainda acho necessário adicionar um grande talento a esse corpo de corners e fixar esses problemas.

Parte da culpa nas muitas conversões de 3rd downs passa por esse lado fraco de Seattle e precisamos melhorar o conjunto.

Special Teams:

Kicker: Hauschka tem voltado à sua consistência após o jogo contra os Cardinals. Teve 0 culpa no bloqueio do XP. A culpa foi do long snaper e de J’Marcus Webb que não efetuaram os bloqueios corretamente.

Punter: Ryan é o Ryan, sempre muito bem e sem muito o que falar dele.

Special Teams:

Thorpe mais uma vez se destaca por sua atuação nos STs, correndo muito bem para impedir grandes avanços. Steven Terrell o mesmo, apesar de forçar um fumble, não conseguiu recuperar, mas o STs do Seahawks faz grande diferença nas partidas.

Lockett tem efetuado grandes retornos e é uma peça chave.

Nota final:

Foi um grande jogo contra uma franquia que ainda não havia perdido com seu time completo, e apesar de termos alguns desfalques, conseguimos levar a vitória e não deixar o Cowboys se distanciarem na corrida pela Seed 1 da NFC. Vale lembrar também que jogamos pouco mais de 110 snaps defensivos a mais do que o adversário desde a semana 7 (256 a 125), e o adversário vem de uma semana de Bye. Isso só mostra a força desse grupo e se continuarmos nesse ritmo podemos alcançar nosso grande objetivo, o Superbowl 51.

#GoHawk #WeAre12

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: