Seahawks x Buccaneers

Em partida válida pela semana 12, o Seattle Seahawks (7-2-1) enfrentará o Tamba Bay Buccaneers (5-5) no Raymond James Stadium, casa dos Bucs. O jogo será nesse domingo, às 19:05 (horário de Brasília), e infelizmente não teremos transmissão pelos canais brasileiros. Então teremos que nos contentar com o streaming online.

Os Buccaneers vêm realizando uma campanha bem irregular, e um tanto quanto curiosa. Enquanto a maioria dos times consegue se impor dentro de seus domínios, o time de Tampa Bay tem encontrado problemas com isso. A campanha é de 1-4 dentro de casa, sendo que a única vitória foi em cima do Chicago Bears. Porém, conseguiu quatro vitórias na estrada, inclusive contra o Kansas City Chiefs no ambiente hostil do Arrowhead Stadium.

Os dois quarterbacks são muito móveis, conseguem improvisar jogadas com os seus recebedores e realizar corridas com as próprias pernas. Os dois ataques não têm tido grande destaque no jogo terrestre, mas o jogo aéreo vem sendo eficiente. Porém, Russell Wilson leva grande vantagem na TD/INT ratio.

Enquanto o nosso QB tem uma média de 5,5 TD/INT, o nosso adversário tem 2,0 TD/INT.
Podemos esperar um oponente não muito consistente e sem muito poder de decisão, mas muito competitivo. Metade dos jogos deles foram definidos por uma posse de bola, então mostra um time que luta até o fim. De qualquer forma, acredito no bom momento do time do Seahawks e acho que conseguiremos ser mais efetivos na defesa e no ataque, e venceremos mais uma.

RAIO-X DO ADVERSÁRIO

Ataque

A escolha número 1 do Draft 2015, o quarterback James Winston, vem tentando se mostrar o franchise QB que Tampa estava procurando, e de fato tem mostrado habilidades para isso. Ele possui porte físico avantajado, liderança, habilidade com as pernas e consegue improvisações que salvam campanhas, lembrando um pouco o nosso Russell Wilson. Até então, Winston já passou para 2.680 jardas (268,0 JJP), 20 TDs e 10 INTs, além de 98 jardas corridas e 1TD terrestre.

Outro grande destaque do ataque é o WR Mike Evans, ele está no top 5 jogadores com mais jardas recebidas. São 916 jardas, 8 TDs e uma média de 14,1 jardas por recepção, se mantiver o ritmo deve confirmar a temporada como a melhor da carreira. Além de bons números, as suas recepções sempre figuram nos lances mais bonitos da rodada devido à dificuldade. O embate com Richard Sherman será intenso e digno de um dos melhores confrontos dessa semana.

O jogo terrestre tem sido mediano, porém, há duas rodadas teve a volta do RB Doug Martin. O running back fez uma excelente temporada em 2015, mas sofreu uma lesão e ficou fora de alguns jogos. Com a confiança de volta, é uma forte peça desse ataque.

Defesa

A defesa dos Bucs não vem oferecendo muita resistência aos adversários. Possui uma média de 25,9 pontos cedidos por jogo – muito acima da melhor defesa da liga, a nossa, que cede em média 17,3 pontos por jogo – e já viu os adversários anotar 31 TDs, sendo 20 TDs aéreos.

Os números individuais dos jogadores merecem respeito, mas são tímidos. O DT Gerald McCoy é o líder do time com 4,5 sacks e é seguido pelo calouro de segunda rodada DE Noah Spence com 4,0 sacks, detalhe que Spence iniciou apenas um dos dez jogos como titular. Outro calouro que vem tentando demonstrar crescimento é o CB Vernon Hargreaves, ele foi a 11ª escolha geral do Draft 2016 e está em busca da sua primeira interceptação da carreira e vem tentando consolidar o seu jogo na NFL. O destaque de momento vai para o SS Chris Conte que vem de dois jogos seguidos com interceptação.

TRÊS JOGADORES PARA FICAR DE OLHO

1 – O TE Cameron Brate já anotou 5 TDs e possui uma média de 10,6 jardas por recepção, ou seja, quando ele é acionado, o time quase sempre conquista a primeira descida. Temos que ficar em cima para não possibilitar o avanço do ataque adversário.

2 – Russell Wilson tem que ficar de olho na blitz da defesa de Tampa Bay, principalmente do MLB Kwon Alexander, que já anotou 2,0 sacks essa temporada e lidera o time com 84 tackles no total.

3 – O kicker Roberto Aguayo (calouro) foi sensação no College Football e surpreendeu a todos quando foi escolhido na segunda rodada do Draft – kickers dificilmente são draftados e quando são, geralmente são em rodadas finais. Após um início turbulento com muitos erros, ele vem melhorando o seu desempenho. Nos últimos 3 jogos ele não errou nenhum field goal e nenhum extra point. Tem mostrado mais consistência.

RECEITA PARA A VITÓRIA

A defesa de Tampa está longe de ser uma das melhores da liga. Sempre cede muitos pontos e muitas jardas terrestres. Acredito que seja uma excelente oportunidade de colocar o nosso RB Thomas Rawls para trabalhar. Ele tem tudo para conseguir bons números e mostrar que está definitivamente de volta. A dificuldade que o time vem enfrentando na redzone está muito atrelada a falta de opção terrestre e nesse jogo acredito que podemos pontuar bastante através dessa via.

Além disso, o pass rush será fundamental. A equipe adversária já cedeu 23 sacks e 77 QB hits (um dos QBs que mais levou pancadas) e tem tudo para aumentar esse número no jogo de domingo. Nossa linha defensiva é a líder da liga em sacks (31), assim como Cliff Avril é o líder entre os jogadores com 10,0 sacks. Junto com Frank Clark e a possível volta de Michael Bennett, temos tudo para pressionar muito o QB de Tampa e forçar punts e turnovers.
Tenho certeza que voltaremos para casa com a vitória e consolidaremos a liderança na divisão e a caça aos Dallas Cowboys na briga pela 1ª posição da NFC.

Créditos: Evandro Cavalcanti
Imagem: Página oficial do Seahawks

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: