Seahawks x Packers

Neste domingo (11) temos um difícil desafio contra o Green Bay Packers. O Jogo será em Green Bay, no Lambeau Field, e a previsão é de neve durante o dia. A partida começa às 19:25 e teremos transmissão da ESPN.
O Green Bay Packers não vem fazendo a temporada que todos esperavam. Antes, forte candidato ao Super Bowl, hoje enfrenta dificuldades para se classificar para os playoffs. Com a campanha de 6-6 e ocupando a terceira posição na NFC North, os Packers vêm para um jogo decisivo, onde a derrota pode significar o fim do sonho da pós-temporada. Por isso, deveremos esperar um time fazendo o ‘jogo da vida’.
Se existe um responsável para o time ainda estar na briga, esse cara é o quarterback Aaron Rodgers. O QB está salvando o time e vem com números para superar a temporada passada. Devido aos problemas no jogo terrestre, o time de Green Bay está muito previsível e faz com que os adversários aumentem o pass rush. Por isso, Rodgers tem se movimentado muito para fugir da pressão, a questão é que isso nunca fui problema para ele. Se der tempo a ele, ele irá encontrar um recebedor, seja dentro ou fora do pocket, seja plantado ou em movimento. É um jogador fora de série.
RAIO-X DO ADVERSÁRIO

Ataque
Como dito acima, os números de Aaron Rodgers não estão deixando a desejar, apesar do fraco desempenho do time. São 3.283 jardas, 29 TDs, 7 INTs e 3 TDs corridos. Se considerarmos apenas os últimos três últimos jogos, são 7 TDs e nenhuma interceptação. Rodgers is on fire. O lado bom é que ele está se recuperando de uma contusão e não jogará 100%.

O jogo aéreo é sempre muito perigoso. O ataque conta com um excelente QB e ótimos recebedores. Jordy Nelson é o líder com 872 jardas e 10 TDs. É o nono jogador com mais jardas de recepção na liga. Além dele, Devante Adams e Randall Cobb já receberam juntos mais de 1.350 jardas e já anotaram 9 TDs. Um alívio para a torcida dos Seahawks é que os TEs de Green Bay não são muito efetivos.

O jogo terrestre de GB tem tido muitos problemas nessa temporada. Desde a contusão de Eddie Lacy e de James Starks o time vem utilizando o WR Ty Montgomery como opção nas corridas. Recentemente, contrataram o nosso ex-RB, o sempre questionado Christine Michael. Ele ainda está aprendendo o playbook dos Packers, então Starks – que já retornou de contusão – e Montgomery ainda são as primeiras opções no backfield.
Defesa

O setor defensivo também está sofrendo com as lesões, principalmente de seus Linebackers. Clay Matthews já ficou fora de quatro jogos e é dúvida para a partida de amanhã. E o líder do time em sacks (8,0), o LB Nick Perry já está oficialmente fora. Lembrando que os Packers jogam no 3-4, ou seja, três jogadores de linha e quatro Linebackers (ao contrário dos Seahawks, que joga no 4-3), fazendo com que a participação dos LBs no pass rush seja muito maior. Uma boa notícia para nossa OL.
Além das lesões, a secundária tem sido bastante queimada. Muitos passes em profundidade e poucas interceptações. O Green Bay Packers já sofreu 24 TDs aéreos e é a quarta equipe que mais levou pontos dessa maneira.

TRÊS JOGADORES PARA FICAR DE OLHO

1 – O FB Aaron Ripkowski possui 87 jardas e 2 TDs. Uma arma que vem funcionando nesse fraco ataque terrestre.

2 – O Safety Ha-Ha Clinton-Dix interceptou Russell Wilson duas vezes final da Conferência em 2014. Essa temporada ele já tem 3 INTs.

3 – O experiente Kicker Mason Crosby já cometeu alguns erros esse ano, assim como Stephen Hauschka, mas é um kicker de muita confiança. Em um jogo que a temperatura também é fator determinante o kicker pode decidir o jogo, tanto com acertos e com erros – que o diga Blair Walsh.

RECEITA PARA A VITÓRIA

A condição climática deve ser determinante para a maneira que o jogo vai se desenvolver. Se tiver nevando, o jogo terrestre deverá prevalecer e torcemos para o progresso de Thomas Rawls. É a hora dele buscar confiança e mostrar que pode liderar a equipe nos playoffs. Com a temperatura baixa, mesmo que sem neve, a bola fica muito dura e dificulta o passe e a recepção. Então, play action e corridas pra cima deles.
Se conseguirmos defender o passe, há grandes chances de sair com a vitória. Além de nossa defesa ser excelente contra o jogo corrido, os Packers não devem oferecer muito perigo. Hora de colocar o substituto de Earl Thomas, o FS Steven Terrell, em sua primeira prova de fogo. É bom ir se acostumando porque nos playoffs não tem moleza.
Lembrando que se o Arizona Cardinals perder o jogo às 16:00 horas, uma vitória garante o título da NFC West. Go Hawks.

Texto: Evandro Cavalcanti
Foto: Página Oficial do Seahawks

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: