Free Agency!

Free Agency:nfl-free-agency-tracker-0-0

Muitos de nossos seguidores tem dúvida do motivo dos Seahawks não contratarem jogadores de linha ofensiva. O motivo é bem básico e sucinto. O período de comercio, conhecido como Free Agency ainda não está aberto.

– O que é free Agency?
A free agency é um período onde os jogadores sem contrato, ou em fim de contrato poderão buscar por novos contratos com franquias que estiverem interessadas no seu trabalho ou mesmo renovar seus vínculos com as franquias nas quais eles já jogam. Free agent (agente livre [bem feio isso em português]) é o nome que recebe o jogador que está no fim de contrato ou está desempregado.

Este ano a abertura da free agency ocorre dia 9 de março, 20hrs de Brasília aproximadamente.

 

Existem alguns exemplos diferentes de free agents:

– Free agents em fim de contrato:
Maior exemplo que podemos dar é Le’veon Bell. O talentoso RB dos Steelers é um free agent na temporada 2017. Como a janela ainda se encontra fechada, Bell pode negociar apenas com o Steelers, franquia na qual ele já pertence.

– Free agents cortados após o termino da temporada:
Outro exemplo de free agent é Ryan Clady, recentemente cortado pelos Jets, Clady se tornou um free agent, porém só poderá negociar com outras franquias a partir da abertura da free agency.

– Free agents cortados antes dos playoffs:
O ultimo exemplo que pode ser dado é o recém contratado Blair Walsh (que vocês amam muito). Walsh foi cortado pelos Vikings antes dos playoffs, portanto está livre para assinar com qualquer franquia, mesmo antes da free agency. Jogadores deste são um pouco mais raros, porém, são os que agarram as oportunidades.

– Tipos de Free Agents:

Restricted Free Agent (RFA) – Estes jogadores tem pelo menos 3 anos disputando 6 ou mais jogos por uma mesma equipe e receberam um oferta qualificatória de seu valor. Esta oferta qualificatória é um salário,chamado de “tender”, que varia de acordo com o que foi tratado entre a NFL e a NFLPA (Associação de jogadores da NFL), este valor estipulado sobre o jogador, será seu salário no período de 1 ano. Outras franquias poderão fazer propostas por jogadores RFA, porém o time no qual ele está, tem a prioridade e terá a oportunidade de igualar o valor e manter o jogador na franquia. Caso a equipe que detêm a prioridade em manter o jogador opte por não segura-lo, a franquia que leva-lo deverá recompensar a antiga franquia do jogador com uma pick de draft. O round desta pick variará de acordo com o “tender” colocada sobre o jogador, como por exemplo, 2nd round, Original Round e 1rst Round.

Unrestrict Free Agent (UFA) – Os jogadores classificados como UFA, são aqueles que não tem contrato com nenhuma franquia, o que pode ocorrer em caso de dispensa ou mesmo termino de contrato. Estes não tem “limitações” como é o caso dos RFA, e podem decidir por qual franquia jogar sem maiores empecilhos.

Mas gastar na NFL requer responsabilidade, pois o Salary cap regula a quantidade de dinheiro que as franquias podem gastar.

O que é Salary Cap?
O Salary Cap – Nada mais é do que o teto salarial da liga. É a quantidade de dinheiro que as franquias tem a disposição para gastar com contratos de jogadores. Por exemplo, em 2017 esse valor deve ser de U$165-170 Milhões. É comum que o valor da folha salarial de uma equipe seja diferente do valor do teto ou cap space que esteja disponível para a temporada. Isso ocorre por algumas razões como, aposentadoria e troca de jogadores, fazendo com que todos os bônus restantes no contrato do jogador sejam adicionados ao cap de um time naquela temporada (por isso existem certas datas limites para cortes e trocas, para justamente não afetar o planejamento do cap).Isso faz com que reestruturações de contratos sejam comuns para que o “hit cap” (o quanto o salário do jogador vai afetar o cap naquele ano) seja menor em determinado ano. Com o menor “hit” do salário do jogador no cap, a franquia poderá ir em busca de novos jogadores que lhes ajudem a ir em playoffs e disputar títulos. Existe também uma situação bem chata chamada “Hell cap” que nada mais é do que uma franquia que tem a sua folha salarial acima do teto do cap (170M), como era o caso do Saints e atualmente é a situação do Cowboys, e Jets e Chiefs estão com números bem perigosos (2M e 4M respectivamente).

Franchise Tag– A Franchise Tag é um mecanismo criado pela NFL para que os times possam segurar um jogador que esteja listado como UFA ou RFA para que seja o Franchise Player naquele ano. Existem duas modalidades em que a tag pode ser aplicada em um jogador: Exclusiva e não exclusiva. Na exclusiva o jogador o jogador recebe um salário que é a média dos 5 maiores salários da liga em sua posição, ou 120% do salário que ele recebia no ano anterior, o maior entre os dois será o salário do jogador durante o período em que a tag foi usada nele, o jogador não poderá negociar contrato com nenhuma outra franquia. Após o período de um ano ele torna-se UFA. Caso uma franquia use a tag não exclusiva, o jogador poderá negociar com outras equipes, porém a sua equipe anterior (atual), poderá ou não igualar os valores oferecidos por outras franquias. Caso não estejam dispostos a igualar os valores oferecidos por outras franquias, a equipe na qual o jogador estava anteriormente, receberá 2 escolhas de primeiro round no draft. Esse mecanismo geralmente é utilizado em jogadores de grande importância dentro da franquia.
Pode ocorrer ainda do jogador se recusar a jogar com a tag e sem um contrato novo, como foi o caso de Josh Norman, porém é um situação chata e acontece vez ou outra. Geralmente as franquias rescindem a tag e o jogador se torna free agent podendo assinar com outras franquias. Essa franquia em questão receberá uma compensatory pick no draft.

Transition player: A situação mais rara de ocorrer é a de “transition player”. Como alternativa, uma franquia pode escolher um “transition player” ao invés de um “franchise player”. Apenas uma das opções e apenas um jogador pode ser escolhido por ano. Funciona de forma parecida com a franchise tag, a diferença é que o salário é a média dos 10 maiores contratos para posição. O jogador pode negociar com qualquer time sendo que a equipe atual tem o direito de igualar a oferta. Diferentemente da franchise tag, se o time decidir não igualar a oferta ele perde o jogador sem direito a qualquer compensação. (Fonte: Transition Player, Liga dos 32).

A Free agency será aberta em 3 semanas e precisamos estar atentos a tudo sobre o que rola nesse momento, que é simplesmente insano (para torcedores de outras franquias :\).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: