Pré Jogo: Colts @ Seahawks

Ooooh, Sunday Night. Nesse domingo, 29, teremos o primeiro jogo de horário nobre do Seattle Seahawks. O nosso adversário nesta partida será o Indianápolis Colts e defenderemos o nosso retrospecto jogando no Century Link Field. A partida com início às 21h30 terá transmissão pela ESPN.

Como vêm ocorrendo nos últimos anos, o começo de temporada não está sendo fácil. A linha ofensiva não engrenou, Russell Wilson vem sentindo isso e tem errado passes que não costuma errar. O jogo corrido, apesar da grata surpresa com Chris Carson, ainda é uma incógnita, e a defesa que era nossa menina dos olhos está com performance muito abaixo do esperado. O lado bom é que o time está com um ótimo retrospecto em casa e em horário nobre desde que RW assumiu a camisa #3.

O Indianápolis Colts não conta ainda com a sua grande estrela, o QB Andrew Luck. Contundido desde a pré-temporada, Luck ainda não estreou em 2017. Com isso, o segundo duelo entre os dois QBs que mais se destacaram da turma do draft de 2012 ficará adiado para 2021, ou em um eventual Super Bowl antes disso. Luck foi a escolha #1 daquele draft, mas Wilson já conquistou muito mais feitos que ele, por isso a discussão segue sobre quem é melhor (e deve permanecer por muito tempo).

Os dois times estão com campanhas negativas (1-2) e precisam vencer para se recuperar e não deixar os rivais se distanciarem na liderança de suas divisões. O Seahawks precisa fazer o fator casa ser determinante para conseguir mais uma vitória.

A deficiência da unidade de linha ofensiva é mais um fato que aproxima as duas equipes. Em apenas três jogos, os Colts já sofreram 11 sacks essa temporada, enquanto a OL do Seahawks cedeu 7, ou seja, podia ser pior.

RAIO-X DO ADVERSÁRIO

Ataque

O QB que terá a missão de substituir Andrew Luck será Jacoby Brissett. O segundo-anista se destacou pelos Patriots na temporada passada enquanto substituía Tom Brady (suspenso). Brissett possui números medianos até o momento: são 526 jardas aéreas, 1 TD e 1 Interceptação. O detalhe fica para os 2 TD terrestres anotados. O jovem quarterback possui mobilidade e gosta de arriscar algumas corridas em scrambles e read options.

O corpo de recebedores possui a estrela T.Y Hilton e alguns nomes secundários que ajudam o ataque. Inclusive que o nosso ex-TE Brandon Williams, que era mais usado para bloquear e nos ST do que para receber passes. Hilton possui 259 jardas e apenas 1 TD. O TE Jack Doyle participou dos treinos de forma limitada e ainda é dúvida para a partida.

O incansável Frank Gore está em sua 13ª temporada, ele alcançou 1000+ jardas em 9 das 12 anteriores e ainda tem gasolina no tanque. Apesar de ter corrido para apenas 145 jardas em 3 jogos, ele já anotou 2 TDs para a equipe dos Colts.

Defesa

Como a nossa defesa, até agora, foram realizados 6,0 sacks pelo time de Indianápolis. Um número ainda tímido. A nossa linha precisa aproveitar-se disso para crescer e ganhar confiança. O Colts é mais uma equipe que joga no 3-4 e que faz pressão com os LB, sendo um deles o líder em quedas de QB. John Simon já possui 2,0 sacks na temporada.

A secundária vem mostrando serviço e já realizou 4 interceptações. O CB Rashaan Melvin está em sua 5ª temporada na NFL e só agora realizou a sua primeira interceptação. E quando conseguiu a primeira, logo fez a segunda também. É um jogador que vem crescendo e liderando a unidade de defesa.

TRES JOGADORES PARA FICAR DE OLHO

1 – O WR Donte Moncrief #10 anotou 7 TD na temporada passada e ainda procura a sua primeira pontuação em 2017. Com os holofotes em Hilton, pode ser uma surpresa.

2 – O FS calouro Malik Hooker completa as outras 2 INTs do time está babando para conseguir mais um turnover. Olho nele.

3 – Outro incansável nesse time é o kicker Adam Vinatieri. Muito seguro e consistente, gosta de decidir jogos. Inclusive Super Bowls.

 

RECEITA PARA A VITÓRIA

Precisamos atacar como fizemos no segundo tempo do jogo contra os Titans e defender como fizemos no primeiro tempo.
A bola andou no segundo tempo, Wilson conectou bons passes e fez o que se espera dele. Precisamos dessa postura desde o início do jogo. O Seahawks possui um recorde de 16 jogos sem pontuar no primeiro drive da partida, pior marca da liga. Temos que entrar ligados desde o início.
A defesa cansou com o tempo em campo e principalmente com o calor em Nashville. Com as temperaturas amenas em Seattle, as coisas devem voltar à normalidade. Esperamos que não haja confusão para tirar o foco da equipe durante o jogo.

 

VAAAAI SEATTLE SEAHAWKS.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: