Uma Dura Escolha – Mock 1.0

 

Como já é tradição todo ano fazemos mock’s tentando prever o que irá acontecer no próximo draft, com nossas chances remotas de playoffs( e mesmo que Seattle consiga uma vaga no wild card, convenhamos que é bem improvável um Super Bowl) e varias coisas a serem corrigidas na franquia, adiantamos o primeiro mock, já que a próxima offseason promete ser bem longa no noroeste americano.

 

1. Cleveland Browns – Josh Rosen, QB, UCLA

 

Espero que Hue seja demitido pelo bem da franquia. John Dorsey é um dos grandes homens nos bastidores do futebol americano e ele tem todas as armas na mão para começar a botar franquia no rumo certo.

Este processo começa com a escolha de Josh Rosen (caso se declare elegível), e a construção de um time competitivo ao redor dele. Rosen teve bons e maus momentos no College, mas mostrou que tem armas necessárias para comandar uma franquia na NFL. Entretanto ainda fico com as ressalvas de que tudo vai depender de como vão trabalhar ao redor dele.

 

2. New York Giants – Sam Darnold, QB, USC

É hora de começar a preparar o futuro da franquia. Eli está na história dos Giants, mas a inconsistência junto com o fator idade não corroboram para que ele se mantenha de titular por muito tempo. Pelo lado de Darnold, pode ser o cenário ideal para entrar na NFL, aprender com um campeão com ampla experiência e depois pisar fundo.

A defesa do Giants é boa, mas o ataque mascara sua qualidade dando muito tempo de campo para ela. Um ataque mais produtivo e menos lesões, vão ajudar o Giants em sua retomada.

 

3. Indianapolis Colts – Quenton Nelson, OG, Notre Dame

A OL dos Colts é terrível, e Andrew Luck nem conseguiu jogar essa temporada. As muitas lesões são em decorrência do contato frequente por defensores adversários. Nelson é o OL mais sólido da classe, sendo assim a peça perfeita para a OL do Colts.

 

4. Chicago Bears – Arden Key, DE, LSU

O Bears apostou alto ano passado indo atrás de seu QB. Até agora não tem surtido grande efeito, mas Jared Goff e Carson Wentz são os exemplos de que tudo pode mudar na segunda temporada.

A defesa do Bears não é uma das melhores da liga, especialmente em pass rush. Arden Key tem alguns problemas extracampo, mas pode ser uma grande adição à esta defesa.

 

5. Cleveland Browns (Via Texans) – Minkah Fitzpatrick, DB, Alabama

O Browns é agraciado com mais um grande jogador. Minkah é uma adição essencial para a secundária do Browns e para essa defesa que aos poucos vai se encaixando. Minkah pode crescer e quem sabe ser um game changer, como Jalen Ramsey.

 

 

6. San Francisco 49ers – Saquon Barkley, RB, Penn State

Tendo achado seu QB, os 49ers vão em busca de armas para tirar toda a carga de Jimmy Garappolo. Barkley teve uma temporada fantástica no College e vem para um ataque comandado por Kyle Shanahan. Esse time vai começar a dar muito trabalho.

 

7. Tampa Bay Buccaneers – Bradley Chubb, DE, NC State

O ataque do Bucs tem seu franchise QB, bons WRs, acabaram de draftar um excelente TE no draft passado. O melhor RB, e que valeria a pick nesta posição, já saiu. A defesa do Buccs tem pontualmente bons nomes, mas adicionar um pass-rusher como Chubb pode incrementar ainda mais essa DL e finalmente alcançar os playoffs.

 

8. Denver Broncos – Lamar Jackson, QB, Louisville

O Broncos tem problemas na linha ofensiva, mas seus QBs são muito ruins e não podem continuar comandando a franquia do GM John Elway. Jackson é um dos QBs mais subestimados desse draft, e acredito que Vance Joseph pode dar a ele os aparatos necessários para comandar esse ataque.

 

9. Cincinnati Bengals – Mike McGlinchey, OT, Notre Dame

Depois de perder Zeitler para o Browns e Andrew Whitworth para o Rams, o Bengals precisa reforçar a linha ofensiva devastada pela offseason. McGlinchey é provavelmente o melhor OT da classe e por seu porte pode chegar para ser o “blind side protector” de Andy Dalton.

 

10. New York Jets – Baker Mayfield, QB, Oklahoma

Mayfield tem uma altura dita não ideal para a NFL, mas quem liga? Russell Wilson e vários outros são a prova de que a qualidade pode ser um diferencial, e Mayfield pode acabar dando cara nova ao ataque do Jets.

 

11. Arizona Cardinals – Josh Allen, QB, Wyoming

Carson Palmer está vivendo seus últimos dias na NFL. Allen já mostrou que tem um skill set, que nas mãos certas, pode se tornar um excelente play-caller na NFL.

 

12. Washington – Vita Vea DT, UW

Ano passado encontraram um grande steal em Jonathan Allen, esse ano mais uma vez um excelente jogador cai no colo do Redskins. Caso consigam a renovação de Kirk Cousins, Washington terá adicionado um jogador muito talentoso em quebrar o interior da linha ofensiva adversária. Vea tem sido visto por muitos scouts como um talento top-5, mas ele cai bem aqui na 12.

 

13. Miami Dolphins – Harold Landry, DE, Boston College

Adoraria por Quenton Nelson aqui para o Dolphins, mas acredito que nesse momento do draft ele já terá saído. Com Wake envelhecendo, um sucessor pode não ser uma má ideia, e o Dolphins pode encontrar alguns nomes para OG/OT no segundo round, que seria “queima” de pick na 12.

 

14. Oakland Raiders – Roquan Smith, ILB, Georgia

 

Smith vem para sanar uma das maiores necessidades do Raiders. Com Roquan e mais um CB no segundo round, esse time vai ser voraz na próxima temporada, isso se Derick Carr voltar a ter bons desempenhos.

 

15. Green Bay Packers – Denzel Ward, CB, Ohio State

O Packers tem uma grande equipe e essa temporada sofreu com a perda de seu QB. Mas quando se assiste aos jogos dos Packers, o que mais fica escancarado é a deficiência na secundária. Denzel Ward é o sucessor de Lattimore no Buckeyes e vem para dar um upgrade a esta secundária.

 

16. Los Angeles Chargers – Connor Williams- OT, Texas

Os Chargers vinham em um crescente avassalador e, apesar da derrota, ainda pode brigar firme por uma vaga nos playoffs. A secundária é sólida, o front seven talentoso, bons WRs, um excelente RB e já encontrou suas peças para o meio da linha. Proteger o right side ou left side de Rivers é fundamental em uma divisão com tantos bons pass-rushers. Willians vai precisar ganhar peso e força para a NFL, mas tem é o melhor prospect dentro os OTs da classe.

 

 

17. Dallas Cowboys – Derwin James, S, FSU

Houve um desmanche na secundária do Cowboys em relação a temporada de 2016. Apesar de contornar relativamente bem a situação, é evidente a necessidade de adicionar talento a este grupo. James é um playmaker e pode dar um novo fôlego a esta secundária.

 

18. Seattle Seahawks – Derrius Guice, RB, LSU

Chegamos a escolha mais difícil e mais doida também, Seattle ainda tem chances (mesmo que remotas) de ir aos playoffs ,mas vamos ser sinceros, nosso time tem muitas falhas e as lesões também nos atrapalharam bastante durante a temporada ,é doido dizer mas o editor aqui prefere um “ano sabático” dos playoffs e conseguir se rearrumar e voltar voando para 2018 do que ir aos playoffs sem muita esperança de Super Bowl, é quase 100% de certeza que o Seahawks vai arrumar um jeito de fazer um trade-down e tentar recuperar suas escolhas de 2nd e 3rd rodadas. Acredito que Tyrel Crosby vai estar disponível no round 2, ou início do 3º, e Seattle finalmente vai botar Germain Ifedi para esquentar o banco.  Sendo assim fica difícil fazer qualquer previsão, ainda mais que não se tem como adivinhar para qual lugar Seattle irá descer, mas minha sugestão é que Seattle vá atrás de Darrius Guice, Damien Harrison ou Bryce Love na sua primeira escolha, seja no final do primeiro round ou inicio do segundo.

 

19. Baltimore Ravens – Calvin Ridley, WR, Alabama

Com Alex Collins dando vida ao jogo corrido dos Ravens, e com Humphrey draftado no último draft (ah vá!), os Ravens dão uma nova arma, e confiável, a Joe Flacco.

 

 

20. Detroit Lions – Christian Wilkins, DE, Clemson

Detroit pode adicionar mais uma boa peça a sua DL. Wilkins tem um bom talento e pode formar uma dupla bem versátil com A’Shawn Robinson no meio da DL.

 

21. Buffalo Bills – Courtland Sutton, WR, SMU

O Bills tem um bom time, mas falta recebedores de confiança e com todos os bons QBs fora do board, acredito que Sutton possa ser uma grande escolha aqui.

 

22. Tennessee Titans – Josh Jackson, CB, Iowa

Adoore Jackson é uma promessa e já mostra bom desempenho, mas Josh Jackson tem estatura ideal para elevar o nível dessa secundária. A dupla dos Jacksons pode ser interessante de se assistir.

 

23. Buffalo Bills (via Chiefs) – Maurice Hurst, DT, Michigan

 

O Bills pode usar essas duas escolhas para subir no draft e pegar um QB, mas vejo como um movimento ousado. Caso não façam, podem adicionar uma boa reposição para a saída de Marcell Dareus.

 

24. Atlanta Falcons – Da’Ron Payne, DT, Alabama

Não vejo deficiências no ataque do Falcons, portanto acho que a escolha mais plausível é Da’Ron Payne, que vem com a grife de Alabama. Payne pode tornar a vida dos DE’s da equipe mais fácil causando rupturas pelo meio da linha.

25. Carolina Panthers – Clelin Ferrell, DE, Clemson

Peppers já não é nenhum garotinho, apesar de ser muito produtivo. O Panthers pode querer adicionar mais talento a rotação dessa secundária, ou pode até mesmo procurar um OT, já que Matt Kalil não é uma boa opção para ser LT dos Panthers (e de ninguém).

 

26. New Orleans Saints – Sam Hubbard, DE, Ohio State

O Saints teve uma mudança gigantesca em sua defesa e muito se passa pela escolha de Rankins e Lattimore nos últimos drafts. Com Sam Hubbard, os adversários terão outro DE para se preocupar além de Cameron Jordan.

 

 

27. Los Angeles Rams – Carlton Davis, CB, Auburn

O Rams tem outra cara e vai levar o título da divisão. A defesa tem um front-seven sólido, mas a secundária pode precisar de uma ajuda, principalmente um CB oposta a Trumaine Johnson. Carlton Davis é essa peça.

 

28. JacksonVille Jaguars – Billy Price, C/OG, Ohio State

O Jaguars tem hoje a melhor defesa da NFL. Seu ponto mais vulnerável é seu QB, mas o time está longe demais e com poucos recursos para entrar na corrida por um QB. Billy Price é um OG/C sólido que pode ajudar a incrementar ainda mais a esta OL. Um TE também pode ser uma opção.

 

29.Pittsburgh Steelers – Ronnie Harrison, S, Alabama

No jogo contra o Patriots ficou claro que a secundária precisa de um reforço, principalmente um safetie que possa fazer dupla com Sean Davis.

 

 

30.Minnesota Vikings – Martinas Rankin, OT, Mississippi State

Reiff foi uma grande contratação, e Elfein uma grande escolha no draft passado, a última posição da linha a ser preenchida é a de RT e Rankins pode ser essa peça. Um cornerback também seria uma boa opção, já que Newman não é nenhum garoto.

 

31. New England Patriots – Austin Bryant, DE, Clemson

A defesa do Patriots precisa muito de peças. O ataque da equipe é o que o mantém respirando e Bryant pode se enquadrar no esquema defensivo do Pats.

 

32. Philadelphia Eagles – Orlando Brown, OT, Oklahoma

O Eagles sofreu com a perda de seus jogadores de linha ofensiva. Acho difícil o Brown jogar de LT na NFL, mas com certeza seria um RT sólido.

 

Deixe uma resposta