Combine 2018 – Prospectos para ficar de olho!

 

Achou que a temporada da NFL só começava em setembro? Achou errado, otário! (ok, sem referência de Choque de Cultura por aqui!)

Nesta semana começa o NFL Scouting Combine, que contará com mais de 300 jogadores convidados para serem testados de várias maneiras: teste físico, mental, médico, entrevistas, além de serem medidos e pesados. O combine começa nessa terça-feira dia 27, com a chegada de alguns jogadores e início dos testes mentais e médicos, e vai até o dia 05 de março. Abaixo as datas dos testes físicos e trabalhos no campo:

  • Sexta, 02 de março > RB, OL, PK, ST
  • Sabado, 03 de março> QB, WR, TE
  • Domingo 04 de março> DL, LB
  • Segunda 05 de março> DB

Traremos nesse texto de alguns nomes por posição que valem a pena observar no evento. Vale ressaltar que não destacaremos nenhum jogador muito bem cotado no draft, visando chamar mais atenção para jogadores com projeção de serem escolhidos mais tardiamente no draft e que partir do combine possam fazer seus nomes subirem nos boards.

  • QB – J. T. Barrett / Ohio State

· 6’2” – 220lbs.

· Projeção no Draft: Round 7-FA

Difícil imaginar Seattle indo atrás de QB nesse draft, mas se alguém pensar em trazer um backup no fim do draft ou talvez até como undrafted, Barrett pode ser essa escolha. Considerado por muitos um quarterback de esquema, não esteve bem no Senior Bowl mas tem um caráter excepcional e é excelente para o vestiário de qualquer time, podendo ser desenvolvido e se tornar um razoável reserva para o Wilson.

  • RB – Bo Scarbrough / Alabama

· 6’1” – 232lbs.

· Projeção no Draft: Round 4-5

Bo Scarbrough aparece aqui, além de por ser um jogador de meio para fim de draft, por ser um power back clássico, extremamente forte e capaz de quebrar tackles. Há outros RB que são melhores que ele, mas no combine o jogador poderá provar que é um dos mais fortes e físicos da classe, o que cairia muito bem no grupo de corredores de SEA.

  • WR – Cedric Wilson / Boise State

· 6’3” – 188lbs.

· Projeção no Draft: Round 4-5

Foi muito usado em Boise St. Por isso teve um ano com excelente estatística, mais de mil jardas recebidas e 7 TD, ainda falta amadurecer como recebedor, mas tamanho, físico e caráter ele tem, com bons testes físicos, e principalmente testes de habilidade provará que pode ser um bom receber na NFL.

  • TE – Durham Smythe / Notre Dame

· 6’5” – 257lbs.

· Projeção no Draft: Round 4-5

Excelente bloqueador, porém seu time não teve um jogo aéreo bem desenvolvido, não conseguindo mostrar potencial recebendo passe. Quando recebeu a chance no Senior Bowl, foi muito bem. Agora ele tem no combine a chance de mostrar um pouco mais do seu trabalho de mãos.

  • OT – Brandon Parker / Washington

· 6’7” – 314lbs.

· Projeção no Draft: Round 5

Tamanho e força são seus maiores pontos fortes, mas tem como ponto negativo o fato de ter jogado em uma divisão inferior no College. É um projeto que precisa ser lapidado e trabalhado, mas a capacidade física está nele.

  • OG/C – Colby Gossett / Appalachian St.

· 6’5” – 315lbs.

· Projeção no Draft: Round 7-FA

Fez um bom Senior Bowl e usará o combine para consolidar seu nome nos boards e ter a chance de ser “draftado”. Obviamente não é um jogador completo, mas com um bom OL coach, pode ser uma grata surpresa no futuro.

  • DT – B.J. Hill/ Washington St.

· 6’4” – 315lbs.

· Projeção no Draft: Round 5

Jogar ao lado de Bradley Chubb (melhor DE da classe) deve facilitar as coisas, mas Hill apare aqui por méritos próprios. Teve no Senior Bowl uma atuação sólida, extremamente atlético para a posição e conta com bons movimentos. Sua capacidade de parar o jogo corrido adversário chama atenção e se cair numa linha defensiva sólida, pode mostrar seu talento logo no ano de calouro dentro da rotação.

  • DE – Hercules Mata’afa/ Washington St.

· 6’1” – 250lbs.

· Projeção no Draft: Round 5

Foi extremamente consistente no College jogando de defensive tackle, mas seu tamanho não permite jogar nessa posição na NFL, mesmo com mais de 20 tackles pra perdas de jardas e 9 sacks, vai ser movido para parte externa da linha ou até OLB. Ele deve compensar a falta de altura com muita força e velocidade, e é isso que precisa provar no combine.

  • EDGE – Já’Von Rolland-Jones / Arkansas St.

· 6’2” – 244lbs.

· Projeção no Draft: Round 4-5

Pass rusher nato e bem completo, considerado uma máquina de sacks, mas tem seu tamanho como fator negativo para muitos scouts, considerado “magro” e por consequência fraco. Se fizer um bom combine, vai subir muito e pode ter seu nome chamado mais cedo que muitos pensam.

  • OLB – Shaquem Griffin / UCF

· 6’1” – 213lbs.

· Projeção no Draft: Round 5-7

Há muita emoção aqui, sem dúvida a melhor história desse draft, Shaquem não tem uma das mãos e isso com toda certeza vai fazer o nome dele cair MUITO no draft. Entretanto ele é elétrico, veloz, e tem a capacidade de leitura de jogadas incrível. Vai fazer um excelente combine na parte física sem dúvidas, mas ainda assim sabendo como NFL funciona, a sua deficiência vai ser um ponto decisivo. Se tivesse as duas mãos, seria um dos tops dessa classe de OLB (também vai fazer os drills como DB). E para quem não o conhece, é irmão gêmeo do nosso CB Shaquill Grifiin.

  • CB – Holton Hill / Texas

· 6’3” – 200lbs.

· Projeção no Draft: Round 4-5

Um risco, isso é o que define o jogador. Imaturo e com problemas fora do campo, foi suspenso no final da temporada do College e fez seu nome cair drasticamente no draft. Já dentro do campo não há dúvidas de que há muito talento nele. É extremamente atlético e com capacidade de cobrir no man-to-man além de uma forte capacidade de tackle e parar o jogo corrido, também pode jogar de safety. Suas entrevistas com os times vai ser fator decisivo para saber onde será “draftado”. Sobrando no final do draft VALE TODO O RISCO.

  • FS – Jordan Whitehead/ Pittsburgh

· 5’11” – 195lbs.

· Projeção no Draft: Round 4

Considerado por alguns scouts um sleeper desse draft (aquele jogador que não dão muita atenção, mas que tem muito talento). Foi suspenso no início do ano e isso pode fazer seu valor cair, mas tem instinto e é muito físico. Com um combine positivo, pode fazer a suspenção ser esquecida além de acordar a todos com seu talento.

  • SS – Terrel Edmunds / Virginia Tech

· 6’2” – 220lbs.

· Projeção no Draft: Round 4

O irmão mais velho do LB mais “hypado” do draft. Mesma posição e mesma faculdade do Chancellor, também tem seus melhores momentos no box. É explosivo e atlético, e conta com uma boa capacidade de cobertura. Se será um jogador a altura do atual SS de SEA não sabemos, mas vale a pena assistir o seu combine e tirar suas próprias conclusões.

  • K– Eddy Pineiro / Florida

· 5’11” – 178lbs.

· Projeção no Draft: Round 5-6

Vale a pena “draftar” um kicker? Deixaremos essa resposta para cada um dos nossos leitores, mas vale a pena olhar Eddy no combine. Sua habilidade de chutes longos pode ser um fator determinante para sua elaboração.

  • P – Michael Dickson / Texas

· 6’3” – 205lbs.

· Projeção no Draft: Round 4

Aqui vale a mesma pergunta a cima, mas o que dizer de um punter que foi MVP de um dos Bowl da última temporada do College? Para quem gosta da posição, e sabendo que SEA pode cortar o Ryan, vale observar o jogador e torcer para que ninguém o escolha tão cedo e quem sabe ele pode pintar no roster.

Deixe uma resposta