Movimentos no roster

Durante o dia de hoje, Seattle fez algumas movimentações em seu roster de 90-man, o Qual o som é permitido durante a preparação para a temporada regular.

Ao final do dia 3 do Draft, Seattle Havia assinado com 5 rookies como undrafteds, porém após o rookie minicamp, a franquia fez mudanças no seu plantel.

Cortes:

Seattle fez 5 cortes no dia de hoje, sendo elas:

– Taj Williams,WR de TCU

– Ka’Raun White, WR de West Virginia

– Jason Hall, LB de Texas

– Brad Lundblad, Center de Oklahoma State

– Paul Dawson, LB, já a estava no PS da franquia.

com exceção de Dawson que já havia estado com Seattle temporada passada, os outros 4 vieram na leva de undrafteds e acabaram não atendendo às expectativas.

 

Assinaram:

Para a vaga dos 5 jogadores dispensados, Seattle trouxe algumas caras que já estiveram em roster da NFL na última temporada, são eles:

– Damore’ea Stringfellow, WR, Ole Miss (2017);

– Tevon Mutcherson, S , UCF (2017);

– Nick Callender, OT, Colorado State (2017);

– Avery Young, OT, Auburn (2016);

– Marcus Henry, C ,Boise State (2016).

Dos nomes que assinaram, Stringfellow foi o que mais chamou atenção do staff de Seattle. O jogador que passou a temporada passada nos Dolphins e já jogou pela universidade de Washington (dispensado após tentar tocar uma mulher intencionalmente), teve um grande minicamp e ganhou a vaga dos outros recebedores. Na preseason passada, Stringfellow teve um touchdown de 99 jardas pelo Dolphins e teve números bem razos no College.

Seattle vive a expectativa de encontrar um WR de grande estatura e com grande rendimento para o seu roster, já que seu WR mais produtivo, Doug Baldwin, tem estatura baixa para os padrões da NFL e quase sempre alinha no slot.

O próximo passo é o Training Camp, onde veteranos e rookies estarão treinando juntos.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: