Entenda o que fizeram com o K.J. Wright

Olá 12th Man’s! Aqui estou eu mais uma vez tentando explicar coisas que não estão claras. Se você ficou por fora da internet ou das redes sociais que cobrem nosso querido time, não deve saber que uma das melhores (se não a melhor) dupla de linebackers da NFL está desfalcada. K.J. Wright foi submetido a uma artroscopia no joelho e deve ficar de fora por alguns dias. Como dito anteriormente, não temos nada claro sobre a real situação dele. Porém, isso não impede um texto explicando o que é uma artroscopia, o que pode ser encontrado nela e uma especulação sobre o tempo fora. Vamos lá.

Primeiramente, artroscopia é um procedimento invasivo que só pode ser realizado por médicos, em ambiente cirúrgico e não é um procedimento grave. Ela geralmente é feita no joelho, ombro ou quadril, onde são feitos pequenos furos para introduzir os equipamentos (câmera, instrumento para operação e um “limpador”). Em alguns casos, ela é um mecanismo para detectar lesões que outros exames (Ultrassonagrafias, Ressonâncias ou Tomografias) não puderam diagnosticar; em outros serve para reparo de lesões já diagnosticadas, sejam elas no MENISCO ou nos LIGAMENTOS, basicamente. E é isso que determinará o tempo de recuperação!

 

 

Caso o procedimento seja para uma simples “limpeza” da articulação – resíduos provenientes do próprio desgaste articular ou até mesmo de outros procedimentos cirúrgicos, a recuperação é breve e é um dos melhores cenários para nosso LB. Partindo disto, o tempo de recuperação varia entorno de 15-20 dias, mas o retorno a prática esportiva é superior a isso, ainda mais em um esporte de altíssimo impacto como o futebol americano.

Se diagnosticado uma lesão no menisco, tempo de recuperação gira próximo a 3 semanas, PORÉM, as atuais evidências científicas dizem que a cirurgia no menisco deve ser evitada, pois pode gerar mais impacto no osso e favorecer a artrose no joelho (MOURA; MARQUES; FONSECA, 2016).

Se a artroscopia foi realizada para reparo LIGAMENTAR, aí o problema pode ser maior, pois teríamos que saber qual grau de lesão ligamentar que existe (Grau I mais leve com estiramento ligamentar, Grau II lesão parcial sem ruptura total, Grau III ruptura total). Podemos descartar uma lesão total, pois isso era motivo de retirada imediata do campo, o que não aconteceu. Se há lesão ligamentar, deve ser Grau I ou II [se formos trabalhar nessa linha de lesão, EU chuto uma lesão Grau I]. A mais leve demoraria 2-4 semanas (tomando o Colateral Medial como referência), já a mediana de 4-8 semanas (tomando o Colateral Medial como referência). Novamente digo que NÃO SABEMOS COM CLAREZA QUAL FOI A LESÃO! ISSO AQUI SÃO ESPECULAÇÕES!

Pronto. Esclarecido o que pode ter gerado essa artroscopia. Quando o KJ voltará? Só o staff de Seattle pode dizer. De uma coisa eu acredito: ele deverá perder o início da temporada regular contra os Broncos. Semana 2 ele volta? Talvez sim. Só posso desejar boa recuperação e boa estreia ao Shaquem Griffin.

 

REFERÊNCIAS

DIAS et al. Effectiveness of Postoperative Physical Therapy Treatment in Patients Who Have Undergone Arthroscopic Partial Meniscectomy: Systematic Review With Meta-analysis. Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy. v. 43, n. 8, p. 560-576. 2013.

MOURA, D; MARQUES, P; FONSECA, F. Meniscectomia parcial e risco de gonartrose. Rev. Port. Ortop. Traum. vol. 24 no.4, 2016.

 

 

 

 

 

Texto publicado por João Victor Morais de Lima.
Fisioterapeuta pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.
Mestrando em Ciências da Reabilitação pela UFRN.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: