Seattle at Detroit – Pré Jogo

Como vão vocês, torcedores dessa franquia maravilhosa.

Aqui estamos mais uma vez pra esse já tradicional texto de pré jogo, dessa vez após essa pausa de bye week.

Um grande jogo nos espera em Detroit, enfrentar os Lions sempre é páreo duro, agora nas mãos de Matt Patrícia ao equipe finalmente encontra uma cara, tem um jogo mais funcional e ainda tem possibilidades de vencer a divisão, playoffs pra eles é uma realidade. Jogando em casa há um leve favoritismo pra equipe de Detroit, mas tudo indica q será um jogo completamente aberto.

Nos confrontos mais recentes, Seattle tem levado vantagem sobre o adversário, o penúltimo jogo na semana 4 da temporada de 2015, jogo marcado por uma nada menos que maravilho da jogada do nosso eterno bam bam, forçando um fumble a centímetros da redzone em nada mais nada menos que Calvin Johnson , o Megatron! No mais recente encontro, no duelo de wildcard da temporada de 2016, grande jogo de Thomas Rawls, outra vitória de Seattle.

Mas hoje o cenário é completamente diferente e os Lions aparentemente criam uma identidade.

Enfim, quais as chaves do jogo, os duelos que podem ser decisivos pra umas das equipes levar a vitória?  Falarei de forma rápida aqui abaixo daqueles que são os pontos q cada ir poderá explorar pra sair cpm a Vitória do confronto.

 

Stafford/Wilson

Stafford vem tendo um ano solido, fato. O Quarterback de Detroit vem finalmente perdendo parte da responsabilidade que recaia nas suas costas ao longo de todos esses anos, finalmente há uma unidade terrestre que torna o jogo dos Lions com mais funcionalidade e menos unidimensionalidade, isso tem dado resultados, Stafford vem cuidando muito bem da bola, em 6 jogos tem apenas 5 INT, 4 delas no primeiro jogo contra os Jets, portanto sim, ele vem cuidando muito bem da bola. Com 1,602 Jardas e 12 TDs, seu Rating está em 98.8, um ótimo trabalho.

Por outro lado, Russell Wilson vive uma gangorra nessas primeiras semanas de temporada, alterna grandes momentos dignos do quarto melhor QB da liga, com outros momentos de pura insegurança e péssimas leituras como vimos em jogos contra principalmente, os Bears e Arizona. Mas é fato que desde então a performance vem melhorando e aos poucos vemos o bom e velho DangeRuss de sempre. Com 1,308 jardas, 13 TDs e apenas 4 INTs com um Rating de 104.6, Wilson vem tendo mais uma temporada solida, pra variar.

Muito passará por ambos, obvio, a batalha dos turnovers será preponderante, haja vista que ambas as equipes possuem ataques coesos capazes de pontuar a cada posse de bola.

 

Unidades Defensivas

Com um front seven não tão badalado, a defesa de Detroit vem produzindo esse ano. São 21 sacks na temporada, um ótimo numero, nomes como Jarrad Davis, Devon Kennard, Romeo Okwara e o mais conhecido Ezekiel Ansah, estão fazendo um ótimo trabalho pressionando o QB adversário, aqui entra a visãp defensiva de Matt Patricia e o peso no jogo que ele já vem conferindo nesse primeiro ano como HC, ainda há muito o que crescer e essa defesa ainda pode fazer grandes coisas.

Pelos lados de Seattle, todas as previsões acabaram sendo equivocadas (inclusive as minhas). Após uma debandada gigantesca, após uma intertemporada onde a nossa defesa foi quase toda desmantelada, a única previsão possível era de terra arrasada e uma unidade que levaria anos pra se reconstruir, não é que está acontecendo.

Temos uma secundaria solida nos nomes de Shaquil Griffin, Bradley McDougald e no calouro Tre Flowers e um front seven ainda excelente, Bobby Wagner, KJ Wright (que volta amanhã) Jarran Reed (tendo uma temporada excelente, um dos melhores DTs da liga no ano), Frank Clark se confirmando com um dos ótimos edge da liga.

Enfim, as defesas contribuirão, ambas tem qualidade, com a de Seattle obviamente mais talentosa e com mais chances de ser decisiva no jogo.

 

Running Backs

É incrível a semelhança entres as unidades de ambos os times, tanto em jardas totais quanto TDs, ambos os times tem nos seus running backs, armas parecidas.

Vejamos, do lado de Detroit o jogo corrido tem em Kerryon Johnson seu principal nome sendo auxiliado pelo sempre ótimo LeGarrette Blount, a equipe soma ao todo 734 jardas terrestres, 4 TDs e com uma media de 122 jardas por jogo.

Seattle conta com grandes atuações do excelente segundo anista Chris Carson, auxiliado tanto pelo ótimo Mike Davis quanto pela equivocada escolha de 1st round desse ano, Rashaad Penny, ao todo a equipe soma 767 jardas terrestres totais com 4TDs  e uma media de 127 jardas conseguidas por jogo.

Muita semelhança entre ambas as equipes, Kerryon Johnson e Chirs Carson são os grandes nomes, os que mais vezes tocam na bola e por eles passará a principal chave deste jogo,

Implementar o jogo terrestre será essencial, vencer a batalha das trincheiras fará o vencedor no jogo de amanhã.

 

Como já disse anteriormente, o favoritismo pende um pouco para o lado de Detroit, unicamente pelo fator casa. Mas não será uma surpresa se Seattle roubar esse jogo fora de casa, temos as armas, temos nossa linha ofensiva melhorando a cada semana, inclusive ela será posta mais uma vez a prova contra a jovem linha defensiva adversaria, nomes importantes amanhã tambem voltam a jogar, como o ja citado KJ Wright, Ed Dickson, Dion Jordan, enfim, temos mais talento, com o gameplan adequado, podemos surpreender.

Um grande jogo nos aguarda amanha no Ford Field, um dos melhores da rodada, que a sorte esteja com a gente…GO HAWKS!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: